quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Tio Caio dá o recado!

Vovô Chico copiou o texto de Tio Caio da página dele no Facebook porque fala de mim e de Laura. Leiam:

"Conviver com meus sobrinhos Pedro e Laura têm sido uma experiência cada vez mais divertida à medida em que eles crescem e vão tecendo suas opiniões sobre as coisas do mundo.
Anteontem, por exemplo, Laurinha veio me perguntar quantos anos eu tinha. Pra não perder a oportunidade de transformar o momento em brincadeira, eu disse ter nove anos.
Ela então vira pro irmão e diz: "Olha, Pedro... dindo Caio também é criança! Ele tem nove anos!".
Com um ar de superioridade e sapiência, Pedro vem corrigí-la: "Lógico que ele não é criança, Laura!" - para, logo em seguida, me arrancar toneladas de gargalhadas com o complemento do raciocínio: "...com nove anos já é adolescente!".
Amo muito!"


(off) E daí?

Na segunda-feira que passou meu filho, Caio, que é padrinho de Laura, esteve aqui em casa e pôde entreter-se um pouco com os meninos. Quando cheguei, no início da tarde, ele e ela dormiam em minha cama, enquanto Pedro aproveitava o tempo em frente à TV. Fui então fazer a vitamina e quando retornei ao quarto padrinho e afilhada já haviam acordado e Caio me relatou o que quero registrar aqui. Disse ele que Pedrinho, entusiasmado com a aula que havia tido pela manhã, na escola, declarou em alto e bom som que sua professora era muito boa. Mas Laurinha pareceu desdenhar da informação do irmão, porque pôs as mãos na cintura, fez um olhar de mulher ciumenta e perguntou:
- Boa em quê?
Minha netinha está crescendo...


quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

(off) Quando crescer


Meus netinhos, Pedro e Laura, já dão mostras de que estão planejando o próprio futuro, pelo menos no que diz respeito às ocupações que querem ter amanhã, quando se tornarem adultos e tiverem que lutar pela própria sobrevivência. No entanto, eles se propõe muito mais que a simples sobrevivência: querem contribuir de modo especial para a Humanidade, segundo pude perceber ontem, enquanto Laurinha conversava com Vovó Bia. Minha neta se expressava assim:
- Vovó, eu não sei se vou ser médica de gente, veterinária ou cientista...
Esta manhã, ao voltar da escola, Pedrinho, por sua vez, confidenciava junto a Mamãe Sal que será, no futuro, um cientista especializado em matemática...



quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

(off) Dúvida sergipana

Acabado o carnaval, os meninos - Pedro e Laura - estão de volta do passeio que fizeram por terras sergipanas, onde reviram parentes e visitaram as atrações de Aracaju, chegando a fazer coisas que só com alguma dificuldade fazem aqui, como tomar sopa. Laurinha ficou encantada com a arraia gigante do oceanário, enquanto Pedrinho revelou-se feliz poruqe dois priminhos lhe ensinaram a jogar videogame. No entanto, como nossos menininhos são esses seres argutos que exalto aqui, com minha corujice de avô, coube a Laura fazer uma gracinha a partir de uma observação sagaz, comparando o estado vizinho com nossa pitoresca Bahia e seus aspectos culturais, qual a culinária. Segundo a Mamãe Sal contou, minha neta perguntou:
- Se aqui é Aracaju, as pessoas comem "aracajé"?


sábado, 14 de fevereiro de 2015

(off) São Joaquim

Alguns dos canais infantis da preferência de Pedrinho insistem em impingir na mente e na imaginação de nossas crianças tupiniquins alguns aspectos da cultura estadunidense e europeia que para nossos meninos não fazem tanto sentido, posto que não compreendem totalmente o que se quer veicular. Exemplo disso é a comemoração, no hemisfério norte, do dia dedicado aos namorados como o Dia de São Valentim (ou, na língua da Rainha, Valentine's Day). Pois meu neto, meio desligado que só ele mesmo, chegou-se para mim há alguns dias e observou:
- Vovô Chico, você sabia que o dia de São Joaquim é o dia dos namorados?


sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

(off) Nova piada

Laurinha chegou da escola, dia desses, contando uma piada que ouvira por lá. É uma piada em que bichos aparecem, de modo que aparentemente são ou estão ao nível das crianças. Não sei se minha netinha entendeu a piada, mas que riu bastante, ah, isso é fato. Eis a tal piadinha:
- Como fala um gato?
- Miau!
- Como fala um cachorro?
- Au-au!
- E como fala uma cobra?
- Amiiiiga!!!
Vovó Bia disse-me que gostou muito dessa anedota...


quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

(off) Piadinha

Na ausência de Laura, que bem cedo foi passar o dia na casa de uma amiguinha, contentamo-nos com as gracinhas de Pedro e eis ele aqui ao lado, divertindo-se com sua tabuleta eletrônica, na qual descobre uma piadinha relacionada aos amigos Bob Esponja e Patrick:
Bob elogia o amigo por uma ideia que este tivera:
- Patrick, você é um gênio!
O amigo comenta:
- Já me chamaram muito disso...
- De gênio?
- Não, de Patrick!
Pedrinho riu com gosto...



segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

(off) No escurinho do cinema

Pois é, na quinta-feira passada levamos - Mamãe Sal, Papai Alexandre e este avô - Pedro e Laura ao cinema, respeitando a vontade do menino, que queria porque queria ver o novo filme do Bob Esponja, que estreava naquele dia. Como é de praxe, antes da atração principal as salas de cinema exibem antes alguns trêileres e então vimos, dentre outros, a chamada para "Cinderela", que deverá entrar em cartaz brevemente, atraindo o público infanto-juvenil. Nossas duas crianças assistiam calados e quando o trêiler terminou, Pedrinho falou para quem quisesse ouvir:
- Não me chamem para ver esse filme!


domingo, 8 de fevereiro de 2015

(off) Amar

No sábado de manhã, Pedro via na TV seus desenhos animados favoritos quando Laurinha se aproximou dele e declarou:
- Eu gosto de ser amada!
Pedrinho continuou com os olhos fixos na TV e não pareceu ter ouvido as palavras da irmã, que voltou à carga:
- Eu gosto de ser amada.
Para mim, que observava a cena, ficou claro que a menina queria a correspondência de seu afeto. Mas, dirigindo-me a ela, eu comentei cristãmente:
- Quem quer ser amado precisa amar primeiro.
Ouvindo isso, Laurinha começou a encher Pedrinho de beijos, até que o menino, sempre interessado nos desenhos animados, defendeu-se:
- Saia, Laura, eu não gosto de ser amado!


(off) Barulho

Esta é ainda do primeiro dia de aula de Pedrinho em seu primeiro ano do ensino fundamental - em minha época, correspondia ao curso primário. Como eu disse anteriormente, bombardeamos o menino com perguntas acerca dessa nova experiência dele e eu quis saber o que a professora lhe havia ensinado na ocasião. Mas Pedrinho desconversou, porque ele nao gosta de interrogatórios:
- Eu não sei!
Mas não me dei por satisfeito e insisti. No entanto, meu netinho falou que não tinha ouvido as lições da professora, o que me fez estranhar e continuar perguntando:
- Por que você não ouviu a professora?
Então Pedrinho me esclarece, com a maior sem-cerimônia:
- Eu estava fazendo barulho!


sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

(off) Fardado

Esta manhã lembrei-me de meu primeiro ano primário, em Feira de Santana. Minha farda do Ginásio Joselito Amaorim era toda cáqui e no primeiro dia de aula Mãinha pôs em minha lancheira um pão com ovo e no recreio brinquei com bolinhas de gude com os colegas. Tudo porque, de alguma maneira, meu neto, Pedrinho, repetia essa experiência. Por isso inevitável bombardeá-lo de perguntas quando fomos buscá-lo na escola a fim de vermos, após o almoço, o filme que ele tanto esperara. Foi agradabilíssimo perceber seu entusiasmo perante a nova fase escolar e notar que nosso menininho ainda é o mesmo de quando iniciou sua caminhada rumo ao saber, manifestando a mesma graça, a mesma simplicidade, o mesmo carisma. Então no carro do Papai Alexandre, junto com Vovó Bia, Laurinha, e Mamãe Sal, eu perguntei a ele sobre os novos colegas e com o brilho de alegria nos olhos Pedrinho me respondeu:
- Não foram todos os colegas e os novos eram tão novos que eu nem sabia o nome deles!




quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

(off) O dia do primeiro e uma dúvida

Nesta quinta-feira Pedrinho terá sua primeira aula do primeiro ano, iniciando (e não retomando) suas atividades escolares deste ano após a promoção para a série primária, quando oficialmente será alfabetizado. Coube a este avô forrar a "tonelada" de livros que nosso menininho deverá utilizar neste período, alguns deles bastante interessantes, como o de Inglês, que já despertou sua atenção. Mas hoje Pedro demonstrou estar dividido em relação ao grande dia, porque neste dia 5 de fevereiro acontece a por ele tão sonhada estreia do filme da personagem de desenho animado Bob Esponja. Por essa razão ele, um pouco exaltado, confessou-me:
- Vovô Chico, tem duas coisas que eu quero fazer amanhã: ir à escola e ver o filme do Bob Esponja. Eu não tenho ideia do que vou fazer primeiro!
Mas já acertamos que vamos todos ver o filme à tarde, uma vez que a aula de Pedro é pela manhã...