quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

(off) Observação


Como espírita, sei que somos observados o tempo todo por seres invisíveis. Mas entre os encarnados isso também acontece e o mais das vezes não nos damos conta do quanto os outros prestam atenção na gente. Mas tive uma noção disso ao sair com Pedro ontem de manhã, para levá-lo ao cabeleireiro.
Habitualmente, às quartas-feiras saio bem cedo para ir a um dos centros espíritas onde colaboro e para isso encho a sacola de livros. Mas ontem faltei a esse compromisso para ajudar Bia com os meninos, pois Shirley e Ananda tinham ido à festa do Rio Vermelho, para verem os parentes que vieram de Feira de Santana para a reverência à chamada rainha do mar.
Então, quando carreguei Pedro, que ainda não se acostumou a ter de caminhar, e desci as escadas, ele virou-se para mim e perguntou: "E os livros?"

Nenhum comentário: