segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Dia do poeta


20 de outubro é o dia do poeta - disse meu Vô Chico. Talvez por isso eu tenha recebido um belo presente de meu tio Luiz Augusto, lá de Goiás, que é pai do meu priminho Teo. É um belo poema, esse que vocês vão ler aí embaixo. Será que meu tio sabia desse dia do poeta? Talvez, porque ele é músico e compositor e nessa área se sabe um monte de coisas. Obrigado pelo mimo, tio, e sucesso na carreira aí em Goiânia, viu?


"sou Pedro Silva de vera (verdade)
odeio selva de fera
a natureza me espera
vem ver mãe minha cor

o meu cavalo é de osso
eu lhe beijando o pescoço
ele me leva no dorso
aonde o sol vai se pôr..."

.

Um comentário:

http://luizaugustocantorecompositor.blogspot.com/ disse...

Pois é Pedrinho!!!! Esse poema é também letra de uma música de Arnauld Rodrigues e Chico Anísio, coisas do tempo de seu vô Chico e meu,rssss. Sua Tia avó Nadir, quer mandar um recado há mt tempo mas não sabe como, por isso está mandando através de mim um grande abraço e um beijo bem gostoso. Ah! estamos tentando ir te conhecer em janeiro, já começamos a encher o cofrinho,rssss. grande beijo!!!!